Top FM Home

Hoje é dia de Eclipse Lunar! Lua vai ficar na zona de sombra da Terra

Hoje é dia de Eclipse Lunar! Lua vai ficar na zona de sombra da Terra

Hoje é dia de Eclipse parcial da Lua que vai ser visível a partir de Portugal. Em vários locais de Portugal vão existir sessões abertas ao público de observação do eclipse com recurso a telescópios.

Este fenómeno vai ser visível, a partir das 21:01 (hora de Lisboa).

Em declarações à Lusa, Rui Agostinho, astrónomo e professor na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, revelou que às 22:31 “o eclipse estará no máximo da sua parcialidade” (ou seja, cerca de 66% do satélite natural ficar escondido pela sombra da Terra), terminando à 01:20 de quarta-feira, momento em que a Terra vai deixar de fazer sombra no seu satélite natural.

Na prática hoje a Lua vai ficar parcialmente na zona de sombra da Terra e vai poder ver-se “uma sombra com uma superfície arredondada a entrar pela Lua e a Lua a ficar escura”.

O astrónomo referiu ainda que “Duas vezes por ano, a Lua passa nessa zona de sombra”, perdendo a iluminação do Sol.

Em Portugal, a Lua irá nascer às 20h55 quando já estiver a decorrer o eclipse

Às 19h42, segundo o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL) ao Público, a Lua entrará na penumbra da Terra (sombra muito ténue), mas ainda não será visível porque a Lua está abaixo do horizonte. “Em Portugal, a Lua irá nascer [às 20h55] quando já estiver a decorrer o eclipse, pelo que não será possível observar todo o fenómeno desde o início”, refere-se num comunicado do Núcleo Interactivo de Astronomia.

No CIAPS — Centro de Interpretação Ambiental da Pedra e do Sal, no Estoril, concelho de Cascais, vai haver uma sessão aberta ao público de observação do eclipse com recurso a telescópios.

Também no Planetário do Porto, o Centro de Ciência Viva e o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço vão organizar uma sessão de observação. Máximo Ferreira, astrónomo e diretor do Centro Ciência Viva de Constância, aconselha quem quiser apreciar o eclipse a olhar para o lado oposto onde o Sol se põe a partir das 21h e a ficar atento à coloração da parte do satélite natural que não ficar tapado.

De referir também que esta semana celebra-se os 50 anos da exploração espacial.

Fonte: Sapo

16 Julho 2019 Noticias

Outras Notícias

Facebook