Top FM Home

Megaoperação da PJ faz cerco aos Hells Angels, o grupo de motards mais perigoso do mundo

Megaoperação da PJ faz cerco aos Hells Angels, o grupo de motards mais perigoso do mundo

A Unidade Nacional Contra-Terrorismo (UNCT) da Polícia Judiciária (PJ) está esta quarta-feira a realizar uma megaoperação de norte a sul do país. O foco é o grupo internacional de motards Hells Angels.

No terreno estão mais de 600 elementos, distribuídos por 80 equipas. Estão a ser realizadas buscas domiciliárias e nas sedes do grupo, de norte a sul do país. Às 11h00, a operação continua nas sedes dos Hells Angels, nomeadamente em Lisboa, onde os investigadores estão a passar a pente fino os computadores e os telemóveis do grupo de motards.

O SOL sabe que em causa estão os crimes de associação criminosa, homicídio na forma tentada, tráfico de armas, drogas e humano.

Ao todo, foram feitas 500 buscas. O SOL sabe que já foram realizadas 35 detenções. Esta operação serve também para desarmar o grupo e identificar os seus elementos.

Entretanto, a Polícia Judiciária emitiu um comunicado a confirmar a notícia avançada em primeira mão pelo SOL, explicando que foram “cumpridas dezenas de mandados de detenção de suspeitos de integrarem esta estrutura criminosa, constituída por indivíduos extremamente perigosos, com vastos antecedentes criminais e larga experiencia na área da criminalidade violenta e organizada”. No mesmo documento, emitido em conjunto com a Procuradoria-Geral da República, é referido ainda que “os detidos irão ser presentes a partir de amanhã a primeiro interrigatório judicial para aplicação de medidas de coação.

Nos últimos tempos, têm ocorrido disputas de território entre os Hells Angels e os Red & Gold, um ramo do grupo de motards americanos Los Bandidos. Recentemente, por questões de guerra de territórios, conflitos entre os Hells Angels e o grupo liderado pelo antigo chefe do movimento Portugal Hammerskins, Mário Machado, fizeram com que a UNCT redobrasse a vigilância. Há quase uma década que esta unidade tinha os Hells Angels sob vigilância, acompanhando nomeadamente os eventos por eles patrocinados: uma forma de o bando de motards se financiar e libertar membros que estavam presos.

Com a aproximação do festival de motards em Faro, no final de julho, vários estrangeiros começam a chegar a Portugal. A investigação tentou também detetar elementos com mandado de detenção internacional, como é o caso de David MacDonald Carrol, membro dos Hells Angels procurado pelo Canadá. É suspeito dos crimes de homicídio, conspiração, tráfico de drogas e tentativa de homicídio.

NOTICIA: JORNAL SOL

11 Julho 2018 Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Outras Notícias

Facebook